Arquitetura nos Jogos Digitais 6


Arquitetura em Jogos

Arquitetura em Jogos

Este artigo foi escrito pelos nossos convidados a Designer Emanuela Bilk, graduanda em Arquitetura, e o graduando em arquitetura Daniel Lenzi (ambos idealizadores do Evento de Cultura Geek, Oriental  – CapiPop).

Arquitetura nos Jogos Digitais

Quando falamos em videogame, é comum o pensamento flutuar para um método de entretenimento sem compromisso com a realidade. Afinal, não costumamos ver encanadores italianos de jardineira, boina vermelha e bigodão coletando moedas em nosso dia-a-dia, ou espaçonaves alienígenas pousando no quintal

Todavia, a esfera dos videogames expandiu muito nos últimos anos, chegando a abranger um leque tão grande e variado de tópicos, gêneros e ideias que hoje são comuns jogos incrivelmente fidedignos à nossa realidade, ou a realidade sugerida pelo próprio jogo.

Para chegar a este ponto as empresas se adaptaram e por isso é bastante comum encontrarmos arquitetos nas equipes de desenvolvedores, trabalhando com arquitetura nos jogos. Cabe a eles, em conjunto com programadores, engenheiros de softwares, cientistas da computação e artistas gráficos, criar ambientes que, ao mesmo tempo em que moldam e limitam a jogabilidade, criam uma experiência visual inesquecível.

Arquitetura Jogo Uncharted 3

Cenário histórico abandonado, tomado pela natureza, no jogo Uncharted 3

Faz parte da rotina do arquiteto trabalhar com escalas humanas e urbanas, edifícios, vias, mobiliário urbano, texturas, iluminação, interiores, comunicação visual, marcos, espaços históricos, entre outros elementos. Estas habilidades, convenientemente, são indispensáveis para quem deseja trabalhar com arquitetura nos jogos.

Para criar a imersão para o jogador, o virtual deve se aproximar ao máximo do real – quão mais fina for essa linha, mais veracidade e imersão é gerada.

Porém, além de possuir estas noções de arquitetura, é indispensável à pessoa que queira seguir nesta área, dominar a arte da cenografia e o uso de softwares 3D, como o Maya, 3D Max, Lightwave e Blender.

Para dar um bom exemplo de como é importante a arquitetura no mundo dos jogos, podemos citar a franquia de jogos Assassins Creed, onde você joga como um membro de uma “sociedade” que visa eliminar figuras tiranas da história, a fim de restaurar a liberdade ao povo.

Para que o jogador sinta aquele momento histórico de forma aproximada como ocorreu, grupos de historiadores e arquitetos foram contratados pela desenvolvedora para recriar as cidades histórias e o ambiente social e político do jogo.

Catedral de Notre-Dame jogo Assassins Creed

Catedral de Notre-Dame de Paris, recriada no jogo Assassins Creed

A franquia já se estende por mais de quinze jogos e a grande maioria deles se passa em diferentes momentos históricos de nosso mundo – como a revolução industrial inglesa, a guerra civil americana, o Egito antigo e em seu recém lançado jogo, a Grécia. E em todos estes jogos, o esforço de tornar os cenários mais fidedignos possíveis aos documentos históricos, fotos e a nossa realidade são genuinamente incríveis, um belo trabalho de arquitetura em jogos.

Outro exemplo, agora de como a arquitetura está inserida até mesmo em jogos onde toda sua construção é fantasiosa, seria o primeiro jogo da franquia de jogos de Bioshock, onde você joga com um personagem preso em uma cidade utópica subaquática. Todo o jogo se passa em 1960, onde um magnata resolveu construir uma cidade para pessoas de alto nível intelectual em baixo da água.

ArtDeco em Bioshock

Cenário de uma sala inspirada no Art Deco, em Bioshock

É possível analisar as influências da Art Deco na execução dos cenários deste jogo. Sendo que a cidade utópica iniciou sua construção em 1940, a relevância deste movimento artístico ainda é bem visível e se alastra por todo o jogo, mesmo que de forma adaptada.

A busca pela imersão do jogador no ambiente virtual é muito importante para algumas narrativas dos jogos, por isso que trabalhos como este realizado em Bioshock são tão marcantes. Mesmo o jogo não se tratando de lugares reais, o esforço para que pareçam como se fossem envolve diretamente o conhecimento e habilidades em diversas áreas da arquitetura.

Para aqueles que sonham em trabalhar nesta área, as maiores oportunidades de trabalho são em empresas desenvolvedoras de jogos. É possível também encontrar espaço em agências de publicidade, de produção de vídeo e cinema, de desenvolvimento de softwares ou sites, e ainda em estúdios de arte e de animação.

Mass Effect cidade futurista

Cidadela espacial futurista, no jogo Mass Effect, exemplo de arquitetura e urbanismo em jogos

É uma área bastante promissora, considerando que existem alguns jogos que estão ganhando cada vez mais espaço nas mídias, conhecidos como os E-sports. Inclusive existem jogos que são encomendados por instituições de ensino para serem utilizados como ferramenta de aprendizado. Além disso, o Brasil está entre os 5 países que mais consomem jogos virtuais no mundo, e possui diversos times competindo em nível nacional e internacional, por prêmios e renome.

Ao mesmo tempo, ainda vivemos em um país precário na questão de desenvolvimento de jogos. Existem poucos estúdios no Brasil, e são todos de pequeno porte ou desenvolvedoras independentes que criam jogos para dispositivos móveis ou exportam partes de jogos para grandes produtoras estrangeiras, geralmente canadenses ou norte-americanas. Deste modo, pelo menos por enquanto, a maioria dos profissionais que querem trabalhar nesta área acabam procurando espaço em outros países.

Mesmo assim, vale muito a pena investir na área de desenvolvimento de jogos, pois a mesma tem um potencial muito grande de crescimento. A cada dia que passa os consumidores de jogos ficam mais exigentes e é necessário ao mercado acompanhar e atender estas exigências. Uma área bem diferente para quem se formou em arquitetura, mas tudo haver com a profissão.

Nos Conte

E aí, o que achou deste artigo? Achou interessante a arquitetura e o urbanismo presentes nos jogos? Deixe seu comentário ou dúvidas para gente

Se quiser ler mais conteúdo sobre este, ver vídeos, e outras dicas, acesse www.projetoestruturalonline.com.br/blog

Valores Projetos Complementares

Valores Projetos Complementares bit.ly/tabelavalores

Quem somos

Projeto Estrutural Online é um escritório focado em soluções para arquitetos, para projetos e obras de pequeno porte. Oferecemos parceria e colaboração em todo trabalho do arquiteto. Garantindo assim que os projetos complementares respeitem e estejam compatibilizados com o partido arquitetônico.

Temos o diferencial de atender online, usando as ferramentas digitais para facilitar a discussão nos projetos e nos aproximar dos nossos parceiros, independente da região do Brasil que se encontrem.

Fazemos projeto estrutural, hidrossanitário, elétrico. Se quiser ver nossas tabela de preço, clique aqui e baixe ela.

Qualquer dúvida, sugestão ou desejo de nos conhecer para formar uma parceria entre em contato pelos seguintes canais:

E-mail: contato@projetoestruturalonline.com.br

Tel: (47) 9 8406-2788 (WhatsApp)

Skype: Projeto Estrutural Online

youtube.com/projetoestruturalonline

facebook.com/projetoestruturalonline

instagram.com/projetoestruturalonline

Quer ver um projeto de exemplo? Clique aqui e baixe uma amostra.

Entre em nosso site e conheça mais a Projeto Estrutural Online!
http://www.projetoestruturalonline.com.br/

Já baixou o nosso eBook? Nós atualizamos ele! Confira:
ARQUITETO – 12 DICAS PARA EVITAR RETRABALHO NOS SEUS PROJETOS.
http://bit.ly/eBook12DicasparaevitarRetrabalho

Precisou de projetos complementares? Fale com a gente!

Atendemos todo o Brasil!
Projeto Estrutural Online


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 pensamentos em “Arquitetura nos Jogos Digitais

  • Thiago Xavier

    Meu sonho desde criança era trabalhar na produção de games. Hoje que sou arquiteto formado, penso muito em seguir essa área, mas não sei como posso dar o primeiro passo. Ja estou me famializando com o Blender mas mesmo assim , tenho receio sobre a carreira nessa área de jogos.

    • Guilherme Feijó

      Oi Thiago. Obrigado pelo comentário. Eu percebo que a área de jogos tem crescido muito, pois até fatura quase 3 vezes mais que a indústria do cinema. No Brasil tem crescido também, e já tem algumas faculdades relacionadas. Eu acredito que a formação em arquitetura pode contribuir muito, mas entendo seu receio, pois o mercado de arquitetura também tem crescido e possibilita trabalhar em vários cantos do Brasil. Se tiver alguma dúvida, manda aí!

      • Thiago Xavier

        Eu moro em Natal RN, o ramo de arquitetura aqui é mais voltado para interiores (e me sinto deslocado em relação a isso) e temos uma demanda pequena de serviços em comparação ao tanto de profissionais formados na área. Gostaria, se possível,a indicações de empresas que trabalha com arquitetos em jogos.

        • Guilherme Feijó

          Oi, dá uma olhada nestas empresas brasileiras que trabalham com desenvolvimento de jogos
          Anima Games (Facebook)
          Aquiris Game Studio (Facebook | Twitter)
          Behold Studios (Facebook | Twitter)
          Black Jak Studios (Facebook)
          Cupcake Entertainment (Facebook | Twitter)
          Cyber Rhino Studios (Facebook | Twitter)
          Double Dash Studios (Facebook | Twitter)
          Fira Soft (Facebook | Twitter)
          Fire Horse (Facebook | Twitter)
          Grumpy Panda Studios (Facebook)
          Hoplon (Facebook | Twitter)
          Imgnation Studios (Facebook | Twitter)
          Jungle Digital Games (Facebook | Twitter)
          Kairos Game Studio (Facebook | Twitter)
          Kinship Entertainment (Facebook | Twitter)
          Kukoala Game Studio (Facebook)
          Lumentech Games (Facebook)
          Ni Digital Studio (Facebook)
          Palmsoft (Facebook)
          Pixfly (Facebook | Twitter)
          Sotero Tech (Facebook | Twitter)
          South Box Studio (Facebook | Twitter)
          Sunland Studios (Facebook | Twitter)
          TDZ Games (Facebook | Twitter)
          The Glitch Factory (Facebook | Twitter)
          Trixter (Facebook | Twitter)
          P8G (Facebook | Twitter)
          8e7 (Facebook | Twitter)
          Webcore (Facebook | Twitter)
          Zug Studios (Facebook | Twitter)

  • Fabio Melo

    Muito bom sempre fui muito fascinado por video jogos curto muito a evoluçao dos jogos estão cada vez mais realistas.

    Vou compartilhar com meus amigos!

    Obrigado