Da era Medieval para o Futurismo


Talvez os brasileiros mais amantes do futebol, ou simplesmente aqueles que apreciam esportes e gostam de História, vão se lembrar do apelido “dinamáquina”. Uma seleção que encantou na primeira fase da Copa do Mundo de 1986, e depois brilhou em 1992, com a conquista da Eurocopa, o maior feito para o país até hoje. Mais tarde em 1995, levou o título da Copa das Confederações. Estava indo bem na Copa de 1998, até que nas quartas de final perdeu por 3×2 para a seleção brasileira comandada por Zagallo. Assim, a Projeto Estrutural Online abre esse artigo para falar sobre a Dinamarca. Um país que tem uma arquitetura tão bem planejada, principalmente, em termos urbanos, quanto à estrutura dessas que foram as melhores seleções de futebol que esse país europeu já montou. A origem da Dinamarca passa pelos vikings, navegadores nórdicos que exploravam e conquistavam novos territórios, isso na era medieval entre os séculos VIII e X, chegando ao século XXI, com designers e arquitetos, entre os mais respeitados do mundo.

É possível perceber em algumas construções atuais, que a referência arquitetônica da Dinamarca vem da era medieval. A semelhança com os barcos de antigamente em algum ponto das obras ou mesmo o formato das construções que lembram as próprias casas viking, estão presentes nos traços desenhados pelos arquitetos dinamarqueses. Com presença até em outros países. Um exemplo clássico é a Sydney Opera House. Obra do arquiteto Jørn Utzon, que fica em Sydney, na Austrália.

 

A harmonia entre o antigo e o novo na arquitetura dinamarquesa proporcionam espaços públicos visualmente atrativos. Além disso, a estrutura das vias são projetadas para garantir a harmonia entre pedestres e os veículos particulares ou de transporte, ou ainda aqueles que utilizam a bicicleta para ir e vir. São mais de 12.000 Km de ciclovias na Dinamarca. Na capital Copenhague, por exemplo, são 400 Km, pelo menos 90% da cidade possui ciclovias. Fator esse, que estimula muitas pessoas a usar a bicicleta também para o trabalho, o que realmente ocorre. Copenhague já monitora o tráfego na região central desde 1970, quando o número de bicicletas era de 100 mil, contra um número de carros bem maior, 351,1 mil. Uma matéria do jornal The Guardian, ainda em 2016, apontava que esses números havia mudado consideravelmente. Enquanto que o número de bicicletas aumentou para 265,7 mil, o de carros caiu para 252,6 mil.

Bicicletas de Copenhague

A união entre Design e Arquitetura

 

Os nomes de Jørn Utzon, Anton Rosen e Arne Jacobsen são frequentemente lembrados quando se fala do Design e Arquitetura da Dinamarca. Era comum que os profissionais além de projetar as obras, também criavam o mobiliário, e outros utensílios que fariam parte do ambiente. Na capital do país são dois exemplos dessa união entre Design e Arquitetura. Anton Rosen fez isso no famoso Hotel Palads em 1909. Já Arne Jacobsen reproduziu essa maneira de “faz tudo”, no SAS Hotel, em 1960, que mesmo após as reformas manteve intacto o design original de um dos quartos com as famosas poltronas Egg, e Swan, mais as cadeiras Drop, todas projetadas por Jacobsen. Que até hoje ainda são grande referência em design. É atribuído aos dinamarqueses a expressão hygge. Algo que pode ser traduzido por tudo o que traz sensação de bem-estar. Esse estilo tem o objetivo de proporcionar além da sensação de aconchego dentro de casa, também muito conforto.

Toda essa história de sucesso do país na arquitetura mundial, atualmente está representada por Bjarke Ingels, que junto com o sócio Kai-Uwe Bergmann, comandam o escritório de Arquitetura BIG. A empresa é responsável por projetos de renome internacional, entre eles, o novo World Trade Center II, e a nova sede do Google. Além de ser o responsável pela reforma do tradicional e considerado por muitos anos o melhor restaurante do mundo, o Noma, que fica em Copenhague.

Veja outras dicas de arquitetura com essas obras que digamos, podem ser até consideradas futuristas, por trazer muita diferença do estilo que vemos com frequência no Brasil. Pesquise sobre essas cinco obras: The Wave in Vejle; WM House; Isbjerget; Museu Marítimo Dinamarquês; Edifício Aller Media.

Este artigo foi contribuição do nosso convidado e amigo Cleiton Schlindwein, que é jornalista, com pós graduação em Cinema. Possui mais de 15 anos de experiência na comunicação. Atualmente, além de colaborar com os textos da Projeto Estrutural Online, é fotógrafo e também atende empresas e pessoas produzindo vídeos para internet. Paralelamente, desenvolve projetos de Roteiro Audiovisual e Produção voltados para Cinema e TV.

Valores Projetos Complementares

Valores Projetos Complementares bit.ly/tabelavalores

Quem somos

A Projeto Estrutural Online é um escritório focado em soluções para arquitetos, para projetos e obras de pequeno porte. Oferecemos parceria e colaboração em todo trabalho do arquiteto. Garantindo assim que os projetos complementares respeitem e estejam compatibilizados com o partido arquitetônico.

Temos o diferencial de atender online, usando as ferramentas digitais para facilitar a discussão nos projetos e nos aproximar dos nossos parceiros, independente da região do Brasil que se encontrem.

Fazemos projeto estrutural, hidrossanitário, elétrico. Se quiser ver nossas tabela de preço, clique aqui e baixe ela.

Qualquer dúvida, sugestão ou desejo de nos conhecer para formar uma parceria entre em contato pelos seguintes canais:

E-mail: contato@projetoestruturalonline.com.br

Tel: (47) 9 8406-2788 (WhatsApp)

Skype: Projeto Estrutural Online

youtube.com/projetoestruturalonline

facebook.com/projetoestruturalonline

instagram.com/projetoestruturalonline

Quer ver um projeto de exemplo? Clique aqui e baixe uma amostra.

Entre em nosso site e conheça mais a Projeto Estrutural Online!

http://www.projetoestruturalonline.com.br/

Já baixou o nosso eBook? Nós atualizamos ele! Confira:

ARQUITETO – 12 DICAS PARA EVITAR RETRABALHO NOS SEUS PROJETOS.

http://bit.ly/eBook12DicasparaevitarRetrabalho

Precisou de projetos complementares? Fale com a gente!

Atendemos todo o Brasil!

Projeto Estrutural Online

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *