O Movimento Brazil Builds


O que é Arquitetura brasileira? Uma pergunta que pode ser tanto atual quanto do passado, se pensarmos que o Brasil já passou por muitas mudanças nesse mais de 500 anos de história. Mudanças que também incluem a maneira de construir. Nesse artigo, vamos falar do Movimento Brazil Builds, uma exposição nos Estados Unidos, que apresentou a Arquitetura brasileira para o mundo.

 

Imagem da Exposição Brazil Builds - Fonte: moma.org

Imagem da Exposição Brazil Builds – Fonte: moma.org

 

É possível classificar ou até de identificar um país por conta de aspectos únicos. No Brasil, um dos exemplos é a diversidade de sotaques e formas de viver bem diferentes de Norte à Sul do país. Sendo possível encontrar diferenças também na Arquitetura devido às influências que o país teve desde sua, “descoberta”. Com mais força, a participação de portugueses; austríacos; alemães; italianos, que passaram por aqui e deixaram uma marca cultural, colonizando algumas regiões do país séculos atrás.

 

Igreja de São Francisco de Assis – Ouro Preto (MG) Foto: G. E. Kidder-Smith / Brazil Builds

Igreja de São Francisco de Assis – Ouro Preto (MG) Foto: G. E. Kidder-Smith / Brazil Builds

 

 

Assim, também é possível identificar essas influências na Arquitetura brasileira. Porém, a exposição Brazil Builds: Architecture New and Old 1652-1942  (Construção Brasileira – Arquitetura Nova e Antiga 1652-1942), que ocorreu em Janeiro de 1943, no Museu de Arte Moderna de Nova York (MOMA), evidenciava que o Brasil também tinha a própria identidade arquitetônica. A exposição foi iniciativa do MOMA e também do Instituto Americano de Arquitetos, em associação ao interesse diplomático que os Estados Unidos tiveram na época para promover a aproximação com o Brasil.

 

Estação para Hidro-aviões (RJ) Foto: G. E. Kidder-Smith/ Brazil Builds

Estação para Hidro-aviões (RJ) Foto: G. E. Kidder-Smith/ Brazil Builds

 

Para realizar a exposição, o MOMA enviou para o Brasil, o arquiteto Philip Goodwin, junto com o fotógrafo George Everard Kidder-Smith. O fotógrafo já havia realizado fotografias para outra exposição chamada Stockholm Builds. Durante dois meses aqui no país, esses profissionais levantaram dados e registraram fotografias da arquitetura moderna e também do período colonial. Para prestar suporte aos norte-americanos, estavam entre os profissionais que os receberam, os arquitetos arquiteto Oscar Niemeyer, que teve inúmeras obras expostas no Museu, e Lúcio Costa, então diretor do Serviço de Patrimônio Histórico Artístico e Arquitetônico, hoje denominado de Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), que foi o responsável por fornecer imagens e material das construções coloniais brasileiras.

 

Ministério da Educação e Saúde (RJ) Foto: G. E. Kidder-Smith / Brazil Builds

Ministério da Educação e Saúde (RJ) Foto: G. E. Kidder-Smith / Brazil Builds

 

A exposição no MOMA mostrava painéis fotográficos com textos explicativos sobre as obras. Também foi apresentado um conjunto de três maquetes: Ministério de Educação e Saúde; Pavilhão Brasileiro na Feira Internacional de Nova York (1939); Residência Arnstein. Além disso, também foi apresentado um audiovisual que utilizou técnicas pioneiras para a época. Depois de Nova York, a exposição ainda ficou por dois anos circulando pelas principais cidades da América do Norte, passando também por Londres (ING). No Brasil, foram nove cidades que receberam a exposição. Rio de Janeiro; Belo Horizonte; São Paulo; Santos; Campina; Curitiba; Florianópolis; Porto Alegre e Jundiaí.

 

Para perpetuar a exposição, foi lançado um catálogo em formato de livro com 200 páginas e 300 fotografias, escrito por Phillip Goodwin com fotos de G. E. Kidder-Smith. Atualmente quem quiser conhecer esse conteúdo pode acessar o site do www.moma.org/ e baixar o arquivo em PDF, com escrita em língua inglesa e portuguesa.

 

Capa BRAZIL BUILDS. Fonte: Moma.org

Capa BRAZIL BUILDS. Fonte: Moma.org

 

Esse interessante relato, que é parte da história da arquitetura brasileira, e que chamou a atenção do MOMA, fundado em 1939, sendo atualmente um dos mais importantes Museus de Arte do mundo, são daquelas dicas de arquitetura que nós da Projeto Estrutural Online gostamos sempre de trazer para os jovens arquitetos que acompanham nosso Blog. Inclusive já escrevemos um artigo que trata sobre Patrimônio Histórico na Arquitetura e você pode acessar clicando aqui.

 

Se você tem alguma sugestão de tema e quer ver aqui nas nossas dicas para arquitetos ou também nas nossas dicas de arquitetura, entre em contato conosco.

 

Valores Projetos Complementares bit.ly/tabelavalores

Valores Projetos Complementares bit.ly/tabelavalores

 

Quem somos

Projeto Estrutural Online é um escritório focado em soluções para arquitetos, para projetos e obras de pequeno porte. Oferecemos parceria e colaboração em todo trabalho do arquiteto. Garantindo assim que os projetos complementares respeitem e estejam compatibilizados com o partido arquitetônico.

Temos o diferencial de atender online, usando as ferramentas digitais para facilitar a discussão nos projetos e nos aproximar dos nossos parceiros, independente da região do Brasil que se encontrem.

Fazemos projeto estrutural, hidrossanitário, elétrico. Se quiser ver nossas tabela de preço, clique aqui e baixe ela.

Qualquer dúvida, sugestão ou desejo de nos conhecer para formar uma parceria entre em contato pelos seguintes canais:

E-mail: contato@projetoestruturalonline.com.br

Tel: (47) 9 8406-2788 (WhatsApp)

Skype: Projeto Estrutural Online

youtube.com/projetoestruturalonline

facebook.com/projetoestruturalonline

instagram.com/projetoestruturalonline

Quer ver um projeto de exemplo? Clique aqui e baixe uma amostra.

Entre em nosso site e conheça mais a Projeto Estrutural Online!

http://www.projetoestruturalonline.com.br/

Já baixou o nosso eBook? Nós atualizamos ele! Confira:

ARQUITETO – 12 DICAS PARA EVITAR RETRABALHO NOS SEUS PROJETOS.

http://bit.ly/eBook12DicasparaevitarRetrabalho

Precisou de projetos complementares? Fale com a gente!

Atendemos todo o Brasil!

Projeto Estrutural Online

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *