A Mobilidade Urbana e o Dia Mundial sem Carro


Recentemente em 22 de Setembro, foi celebrado o Dia Mundial sem Carro. Por isso, neste artigo vamos tratar do tema Mobilidade Urbana. Apresentando para você leitor do blog da Projeto Estrutural Online, alguns números do setor automotivo no Brasil, e também as alternativas que as cidades brasileiras buscam para diminuir os congestionamentos que são cada vez mais constantes nas grandes cidades do mundo.

 

Rodovia Congestionada - Foto: RettungsgasseJETZTde / Pixabay

Rodovia Congestionada – Foto: RettungsgasseJETZTde / Pixabay

 

O Dia Mundial sem Carro teve a primeira edição realizada na França, em 22 de Setembro de 1997. Desde então, essa mesma data passou a ser celebrada no mundo inteiro com o objetivo de estimular a reflexão sobre o uso consciente do carro. Com a importância e repercussão da proposta, em 2002, foi criada a Mobility Week (Semana Europeia da Mobilidade).

 

A Comissão Europeia, que organiza a Semana Europeia da Mobilidade, estabeleceu dois objetivos ambiciosos para a mobilidade urbana: a eliminação gradual dos automóveis alimentados com combustível convencional até 2050, nas cidades; o progresso para uma logística urbana com emissões zero nos principais centros urbanos até 2030.

 

Por isso, durante a Semana, as cidades, inclusive de outros continentes, podem se inscrever para apresentar e promover medidas de transporte sustentável, convidando as pessoas para experimentar outras alternativas além do uso do automóvel. O tema da edição de 2019, é: “Caminha Conosco”, e se inscreveram 50 países, em um total de 3.133 cidades. A única cidade do Brasil que se inscreveu para realizar atividades voltadas para a mobilidade urbana e a reflexão do uso do carro durante a semana, foi a capital de Minas Gerais, Belo Horizonte.

 

Cidade de Belo Horizonte Foto: site oficial da cidade

Cidade de Belo Horizonte – Foto: site oficial da cidade

Para as cidades que querem participar, a comissão organizadora oferece o Prêmio Semana Europeia da Mobilidade. São duas categorias: uma para municípios de grande dimensão (superior a 50.000 habitantes) e outra para municípios de menor dimensão (inferior a 50.000 habitantes), que realizam campanhas bem-sucedidas, sensibilizando a necessidade de ação local no domínio da mobilidade urbana sustentável.

 

A cidade vencedora em 2018, foi Lisboa (Portugal), com várias ações durante a semana, e a inauguração de 31 novas estações de compartilhamento de bicicletas, 800 novas áreas de estacionamento de bicicletas, e mais ciclovias novas e ampliadas.

 

Veja o vídeo da cidade de Lisboa.

 

Na categoria para municípios menores, a cidade de Lindau (Alemanha), foi a vencedora. Foram quase 500 novos bicicletários instalados nas estações de trem e pontos de ônibus. Além do lançamento de um novo aplicativo de mobilidade multimodal, permitindo  que as pessoas planejem uma rota usando diferentes meios de transporte.

 

Veja o vídeo da cidade de Lindau.

 

No site Mobility Week, é possível baixar o Guia de Melhores Práticas, 2018-2019, com a apresentação do que as seis cidades finalistas colocaram em prática, e também um manual para as cidades que desejam participar dos concursos.

 

Já escrevemos sobre algumas práticas de transporte diferentes dos carros em um artigo sobre planejamento urbano que você pode acessar neste projetoestruturalonline.com.br.

 

O Dia Mundial sem Carro no Brasil

 

O Dia Mundial sem Carro no Brasil, ocorreu pela primeira vez no dia 22 de Setembro de 2001, em onze cidades. Em contrapartida aos carros, naquele dia foi organizada uma “bicicletada” para conscientizar a população. Seguindo o modelo europeu, aqui no Brasil também Semana da Mobilidade também existe desde 2010.

 

A bicicleta é uma opção ao uso do carro - Foto: Wallace Damião / Pixabay

A bicicleta é uma opção ao uso do carro – Foto: Wallace Damião / Pixabay

 

Mesmo que não haja a venda considerável de veículos novos no Brasil, se comparados os números há dez anos, a situação dos congestionamentos ainda é um problema para ser resolvido. É só perceber nas matérias de telejornais durante os feriadões ou nas temporadas de fim de ano. Os dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), apontam que em 2008, foram vendidos 2.819.909 veículos novos.

 

O número de vendas só aumentava ano a ano, até que atingiu o auge em 2012, com 3.801.859 veículos vendidos. Porém, a partir daí as vendas começaram a apresentar quedas constantes, até chegar no mais recente balanço anual feito em 2018, com a venda de 2.566.235 veículos novos. Mesmo que esses números estejam abaixo de 2008, mas, apresentando 14,6% de aumento nas vendas em relação a 2017, é certo que as vendas no país estão crescendo. Em contrapartida ao crescente número de carros nas estradas brasileiras, as capitais buscam realizar operações para incentivar o uso de outros meios de transporte.

 

Frota de carros - Foto: Niek Verlaan / Pixabay

Frota de carros – Foto: Niek Verlaan / Pixabay

 

A cidade de São Paulo é um dos exemplos de investimento em ciclovias. Porém, a segurança para os ciclistas é um dos pontos chaves para ser resolvido. O Infosiga, órgão do governo do Estado de SP, que registra os acidentes, aponta que somente neste primeiro trimestre de 2019, as mortes envolvendo ciclistas aumentou de cinco para dezesseis em relação ao mesmo período do ano passado.

 

Desde 2016, a malha cicloviária da capital está parada nos 498,3 Km, mas, até 2020, a promessa do atual governo é que sejam implantadas na cidade de São Paulo até 2020, mais 170 Km de ciclovias. Ainda, outras capitais, buscam incentivar o uso da bicicleta junto com outras modalidades de transporte, ônibus, metrô e o veículo leve sobre trilhos (VLT), no sistema integrado chamado de intermodal.

 

Valores Projetos Complementares bit.ly/tabelavalores

 

Quem somos

Projeto Estrutural Online é um escritório focado em soluções para arquitetos, para projetos e obras de pequeno porte. Oferecemos parceria e colaboração em todo trabalho do arquiteto. Garantindo assim que os projetos complementares respeitem e estejam compatibilizados com o partido arquitetônico.

Temos o diferencial de atender online, usando as ferramentas digitais para facilitar a discussão nos projetos e nos aproximar dos nossos parceiros, independente da região do Brasil que se encontrem.

Fazemos projeto estrutural, hidrossanitário, elétrico. Se quiser ver nossas tabela de preço, clique aqui e baixe ela.

Qualquer dúvida, sugestão ou desejo de nos conhecer para formar uma parceria entre em contato pelos seguintes canais:

E-mail: contato@projetoestruturalonline.com.br

Tel: (47) 9 8406-2788 (WhatsApp)

Skype: Projeto Estrutural Online

youtube.com/projetoestruturalonline

facebook.com/projetoestruturalonline

instagram.com/projetoestruturalonline

Quer ver um projeto de exemplo? Clique aqui e baixe uma amostra.

Entre em nosso site e conheça mais a Projeto Estrutural Online!

https://www.projetoestruturalonline.com.br/

Já baixou o nosso eBook? Nós atualizamos ele! Confira:

ARQUITETO – 12 DICAS PARA EVITAR RETRABALHO NOS SEUS PROJETOS.

http://bit.ly/eBook12DicasparaevitarRetrabalho

Precisou de projetos complementares? Fale com a gente!

Atendemos todo o Brasil!

Projeto Estrutural Online

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *