Guia rápido: Tipos de portas


A importância da porta em sua casa:

A porta de entrada de uma casa é considerada o cartão de visita da casa – afinal, é um dos primeiros elementos arquitetônicos que se tem contato.

Além de ser uma das peças mais importantes na composição de uma fachada, a porta também oferece segurança e a demarcação de espaços entre os cômodos.

Mas então, como escolher a porta perfeita para cada situação? Lendo este guia, você sairá sabendo tudo o que precisa sobre portas!

Portas são geralmente definidas em categorias, embora possam ter inúmeras variações dentro de cada uma e até se enquadrarem em mais de uma categoria. Uma porta balcão, por exemplo, pode ser feita de diferentes materiais, possuir uma ou duas folhas, ter aberturas em vidro e ainda ser sanfonada.

Iremos ilustrar os principais tipos características e usos para que você as conheça e possa te ajudar a melhorar ainda mais os seus projetos.

Portanto, desde a porta balcão até a pivotante – quais são todos os tipos de porta que existem e suas principais características?

 

Tipos de porta:

– Porta balcão: Podendo ser de abrir, sanfonado ou de correr – portas balcão tem como característica estas folhas protetoras que garantem maior privacidade e proteção, assim como permitem a passagem de luz e vento. Costumeiramente utilizadas em varandas, terraços ou sacadas.

 

Fonte: vivadecora.com.br

 

– Porta basculante: Muito utilizadas em portas de garagem – portas basculantes se comportam como as janelas basculantes (é claro), fazendo com que a folha da porta rotacione em seu eixo e com ajuda de pistões, se mova de acordo permitindo a entrada.

 

Fonte: solucoesindustriais.com.br

 

– Porta camarão: A porta camarão possuí um sistema de abertura que a divide em duas partes, ficando uma sobre a outra. Geralmente utilizada para dividir ambientes, mas –ainda assim – ampliá-los quando aberta, os conectando.

Porém, em nossa experiência, não é muito comestível apesar do nome.

 

Fonte: madel.com.br

 

– Porta com desenho: Diferente da maioria das outras portas mencionadas neste guia, a única característica desta é possuir um desenho, geralmente feito em relevo, em sua(s) folha(s). Está inclusa neste guia, pois sua característica pode ser aplicada nos outros diferentes tipos, criando composições esteticamente complexas e interessantes.

 

Fonte: carpitariarezende.com.br

 

– Porta de abrir: O maior clássico em tipologia de portas, basicamente o pão com margarina das portas. Utilizando dobradiças em uma de suas laterais, estas portas abrem em ângulos variantes, mas geralmente em 90°. Possuem maçanetas e fechadura, por isso o nome: de “abrir”.

 

Fonte: rollit.com.br

 

– Porta de correr (Embutida e Externa): Também conhecidas como “Portas de deslizar”, estas portas literalmente deslizam ou “correm” por um trilho. Podem ser embutidas na parede ou apenas na lateral externa da mesma (vide fotos, respectivamente). Muito utilizada em áreas pequenas, visando aproveitar melhor o espaço interno dos cômodos.

 

Fonte: pdfpremium.com.br e hometeka.com.br, respectivamente

 

– Porta de rolo (ou de enrolar): Portas metálicas retráteis muito utilizadas em comércios, indústrias ou garagens – embora tenha ganhado bastante espaço em condomínios e edifícios, atualmente. Funcionam tanto de forma manual ou automatizada, quando abertas as lâminas de metal se encaixam e se enrolam (daí o nome).

Muito resistente e um dos melhores custo-benefício do mercado a longo prazo.

 

Fonte: masterportassp.com.br

 

– Porta sanfonada: Similar a porta camarão, porém possuí mais divisórias – a porta sanfonada é uma porta que, assim como o instrumento musical, se dobra sobre si mesma quando aberta sob um trilho na parte superior. Infelizmente, não é considerada uma porta esteticamente “bonita” por muitos e produz mais barulho que uma porta comum ao ser aberta.

 

Fonte: extra-imagens.com.br

 

– Porta holandesa: Uma porta dividida no meio horizontalmente – a parte superior abre para dentro do cômodo, já a parte de baixo permanece fixada por questões de segurança. Muito utilizada em fazendas holandesas, esta porta praticamente se transforma em uma janela – permitindo visibilidade para o outro lado, enquanto ainda mantém uma divisória de espaços.

 

Fonte: carpintariarezende.com.br

 

– Porta veneziana: Estas portas funcionam da mesma forma que as janelas do mesmo nome, tendo palhetas que giram em torno de seu eixo horizontal permitindo que luz e a circulação de vento ocorram – mas ainda mantendo a segurança de uma porta fechada.

Muito utilizada em ambientes que possuam acesso à área externa.

 

Fonte: chatuba.com.br e padovani.com.br, respectivamente

 

– Porta vai e vem (ou bang bang): Geralmente não possuindo maçaneta ou puxadores, estas portas se abrem com dobradiças que permitem o movimento da porta nas duas direções.

Bastante utilizadas em locais onde as mãos estão sempre em uso ou precisam estar sempre limpas, como cozinhas de restaurantes, hospitais e grandes saloons no meio do deserto.

 

Fonte: portello.com.br e fotos.habitissimo.com.br, respectivamente

 

– Porta pivotante: E finalmente, a porta conhecida por sua classe, elegância e poder estético. A porta pivotante é fixada por pinos na parte superior e inferior, girando em um eixo vertical – chamado de pivô e daí o nome.

Seu uso é predominantemente em portas de entrada, pois há uma leveza incomparável na abertura desta porta, elevando a classe do ato de abrir o espaço para alguém. Porém, dependendo da largura da folha, é possível utilizar em outros espaços de maneira igualmente requintada.

 

 

Considerações Finais:

Apenas para frisar o que foi dito no início deste guia: as portas ainda possuem várias peculiaridades e variações únicas – sejam provenientes dos materiais usados ou das técnicas/tecnologia – portanto, se você encontrou um tipo de porta interessante, vale pesquisar mais a fundo afim de encontrar até que ponto aquela tipologia já foi explorada e suas diferenças. Afinal, cada projeto é um universo em particular e, portanto, a porta perfeita irá depender de todo o restante do contexto. Esperamos ter ajudado a lhe guiar no caminho certo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *